Notícias em
    destaque
    CENTRO SOCIAL
Época Balnear 2016



Terminou hoje, a época balnear para os seniores do nosso centro.

Foram 2 semanas vividas com muita alegria, boa disposição e claro, como não podia deixar de ser, até porque a envolvência da praia

também o permitia, verdadeiros momentos de fé.

A Praia do Senhor da Pedra - Miramar, distinguida como a 10ª praia mais bonita da Europa acolheu-nos com uma inigualável paz.

A capela do Senhor da Pedra, conhecida pela sua beleza ímpar foi para alguns seniores uma autêntica descoberta.

Momentos de convívio, partilha, troca de experiências e conhecimentos tornaram estes dias únicos.

Envolvidos numa alegria contagiante jogou-se à bola; dominó; cartas e ainda tivemos direito a ouvir fado.

A verdade é que o bom tempo nem sempre esteve para nos acompanhar, mas conseguimos ser resistentes e alternativas não faltaram...

Chegámos à praia, o céu parecia encoberto, alternativa!?

Visita guiada à bela e rejuvenescida cidade de V.N.Gaia, entre ruas e ruelas, lá andámos nós por Afurada, Cais de Gaia , Aguda (onde tivemos

oportunidade de degustar um belo café numa esplanada, tal gentilmente cedido pelo proprietário de um conceituado restaurante e o quanto estamos

agradecidos!

E como a tudo temos direito, não poderia faltar as orvalhadas de S.João!

O que fazer?

Lá tivemos nós que mudar a nossa rota, um belo passeio por Espinho e lanche na Sta Maria Adelaide. nem precisava de realçar, mas de facto a efusiva

alegria e entrega à diversão proporcionou-nos conhecer pessoas fantásticas.

E não é, que um comerciante de Resende, que no seu sossego matinal se encontrava sentado a ler o jornal debaixo do seu guarda-sol, contagiado com a

entusiasta felicidade dos nossos seniores oferece-nos cerejas e figos, o nosso muito obrigado! Ainda existem pessoas bondosas.

O que retiramos desta experiência?

OS NOSSOS SENIORES SÃO FELIZES e essa é a nossa Ambição de todos os dias!

 

ASC - Susana

 

 

 

 

 

 

 

 


Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




Fotografia Sénior



 

 

Fotografia Sénior No Centro Social Paróquia Rio Tinto

 

O Centro Social da Paróquia Rio Tinto recebe, em Maio a fotografa Sandra Ventura.

 

Pretende-se com esta iniciativa, que não terá qualquer custo, valorizar os nossos clientes.

 

A valorização do idoso começa dentro das nossas próprias residências, pois eles construiram o mundo...

 

Assim alargamos esta iniciativa a todos os familiares que estejam interessados em partilhar este momento connosco.

 

Contamos com a vossa presença.

 

 


Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




Idosos felizes e saudáveis



 

Os idosos do Centro Social da Paróquia de Rio Tinto durante a semana de 4 a 8 de abril, tiveram a oportunidade de participar na

 

iniciativa "Rio Tinto Saudável", ações dinamizadas pela junta de freguesia.

 

Iniciamos com uma aula de Yoga, seguiu-se aula de boccia e terminou com uma aula de kinball, momentos vividos com alegria e

 

convivio interinstitucional.

 

Pretende-se com esta iniciativa a promoção da saúde e de hábitos de vida saudáveis.

 

 

 

 


Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




Páscoa 2016



 

Comemoração da Páscoa no Centro Social da Paróquia Rio Tinto

 

Iniciamos o nosso dia com uma celebração presidida pelo Sr. Pe. Vidinha que nos confortou com

palavras de Alegria e Amizade,

 

Seguiu-se o almoço convívio entre os clientes, os funcionários e membros da direção.

 

Durante a parte da tarde, os nossos idosos darão vida à parábola do semeador.

 

Neste sentido, o Centro Social da Paróquia de Rio Tinto deseja a todos uma Páscoa Feliz.

 

(Fotos incluidas)

 

 


Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




CENTRO SOCIAL NO FACEBOOK

Centro Social da Paroquia de Rio Tinto no FACEBOOK

Siga-nos e dé-nos um like

 

   facebook

 

Centro Social da Paroquia de Rio Tinto no FACEBOOK.

 

Siga-nos e dé-nos um like Smile

 

https://www.facebook.com/Centro-Social-da-Paroquia-de-Rio-Tinto-407671679341791/?fref=ts

 

 Facebook CSPRT

 

 

 


Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




Um pouco sobre o Centro Social



A Estrutura Residencial/Centro de Dia são respostas sociais, que contribuem para a melhoria da qualidade de vida dos seus clientes assegurando e garantindo o apoio nas necessidades básicas pessoais e sociais.

 

Sob o ponto de vista de contribuir para uma postura ativa e positiva diariamente, a estrutura residencial/centro de dia dispõem de um leque extenso de atividades e dinâmicas diárias que pretendem colmatar as necessidades, gostos e expetativas dos seus clientes.

 

Por conseguinte, constituiu-se como instrumento de trabalho privilegiado, na medida que pretende traduzir um conhecimento alargado dos clientes do Centro Social da Paróquia de Rio Tinto, abarcando diferentes dimensões da realidade social.

 

 


Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




AUSTERIDADE CONTINUA

MAS COM NOVO ROSTO…

M. Pinto Teixeira*

“O Povo de Rio Tinto”

21/02/2016

1 – Ainda na primeira quinzena de Março deverá ser publicado e entrar em vigor o Orçamento de Estado para o corrente ano. Em circunstâncias normais, este documento, fundamental para a governação do país, é apresentado pelo Governo ao Parlamento até ao dia 15 de Outubro de cada ano, é discutido e votado até ao final de Novembro, sendo depois publicado em Diário da República para entrar em vigor a 1 de Janeiro. Este ano não aconteceu assim apenas porque as eleições legislativas ocorreram no início de Outubro, e o processo de constituição do novo Governo atrasou todo o calendário orçamental.

 

Nas últimas semanas o país político tem-se agitado em torno deste documento, pois é nele que o Governo consagra as opções que vai seguir quer ao nível da despesa, quer ao nível da receita do Estado. E sabendo-se das promessas eleitorais feitas por António Costa, e bem assim dos compromissos assumidos pelo líder socialista com os partidos à sua esquerda para viabilização do Governo no Parlamento, toda a gente aguardava pelas grandes novidades que o orçamento haveria de consagrar. Curiosidade que aumentou ao serem conhecidas as grandes linhas da versão submetida à análise da União Europeia.     

2 – Depois de duras negociações em Bruxelas, António Costa foi obrigado a ceder em aspectos fundamentais do documento original. Mas ainda assim conseguiu o benefício da dúvida da Comissão Europeia, que acabaria por dar luz verde a uma versão revista, com o compromisso de, se necessário, o Governo introduzir ao longo do ano alterações que permitam respeitar as metas orçamentais negociadas com Bruxelas. A maioria dos especialistas, nacionais e internacionais, considera que a execução orçamental não será um exercício fácil para o Governo. Acusa o Governo de demasiado optimismo na versão final, e diz que o mais certo é serem necessárias novas medidas, ou por via de cortes na despesa, ou recorrendo ao aumento de impostos.

 

Seja como for – lá para o verão as contas já serão bem mais claras – a verdade é que o Orçamento de Estado para 2016 volta a consagrar sérias políticas de austeridade, ainda que, na linguagem oficial do Governo de António Costa, esta expressão seja substituída apenas por “orçamento restritivo”. Mas, afinal, em que é que isto se traduz? Simplesmente na continuação da austeridade, mas com rostos diferentes dos do anterior Governo. Enquanto Passos Coelho optou pelo agravamento dos impostos directos, sobretudo sobre os rendimentos das pessoas, António Costa escolheu os impostos indirectos para aliviar a sobrecarga dos rendimentos do trabalho.  

3 – Onde vai o Governo recolher dinheiro para cumprir algumas das promessas eleitorais e dos acordos que celebrou com os bloquistas e comunistas? Fundamentalmente à estrada. Aumentando os impostos sobre os combustíveis, e vários outros sobre os veículos circulantes. É por isso que, com ironia, os opositores ao actual Governo apregoam que Costa optou pelas emboscadas no asfalto, aconselhando os cidadãos a fugir por montes e vales… Para além da estrada, Costa decidiu também apresentar uma factura especial às operações bancárias. Num e noutro caso, claro está, será sempre o cidadão que, no fim da linha, pagará a conta. Mas, temos de convir, de forma bem mais dissimulada.

 

Aqui chegados, sem prejuízo de referir ainda o alargamento da base contributiva para imóveis – é o caso do IMI aplicado aos fundos imobiliários ou até às barragens – podemos dizer que a austeridade de Costa aparece aos olhos dos cidadãos embrulhada em celofane, que é como quem diz, mais agradável no embrulho global. E em política, tal como na vida, os olhos também comem, e as aparências iludem. Logo, facilmente se compreende que o cidadão anónimo esteja mais suave nas críticas, mais tolerante e até relativamente apaziguado perante as opções orçamentais do Governo PS. Não fora a severidade global dos media, e Costa até poderia gabar-se de passar o rubicão com invejável tranquilidade perante a opinião pública, que não na opinião publicada!   

 

 

 

* Jornalista

e Professor Universitário

 

 

 

 


Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




UMA PEQUENA AJUDA QUE É GRANDE

A favor do nosso Centro Social

NIF do Centro Social: 501 538 275

Caros amigos,

 O sujeitos passivos de IRS têm a possibilidade de consignar 0,5% do imposto, liquidado com base nas declarações de IRS, a uma pessoa colectiva de utilidade pública de fins de beneficência ou de assistência ou humanitários ou de uma instituição particular de solidariedade social, sem incorrer em qualquer encargo adicional. 


Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




ABISMO CHAMA ABISMO

Vi cair um cedro do Líbano

“O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé reagiu hoje às declarações do padre e teólogo polaco Krzysztof Charamsa que, depois de vários anos ao serviço do Vaticano em áreas como a Doutrina da Fé, assumiu a sua homossexualidade”. Fonte: Ecclesia

 

Meu caro amigo olhei para o teu rosto fotografado.

 

Fiquei triste por seres padre católico e enxovalhares a Igreja de que és filho e presbítero. Alem disso, és filho dum grande país católico. Não tenho o direito de julgar a tua consciência. Esta já está julgada por Deus que sabe harmonizar a justiça com a misericórdia.

Posso porém dizer o que me ocorreu ao ler as tuas declarações intencionalmente mediáticas e, tudo indica, comandadas de fora pelo forte lobie. Devo dizer-te que por detrás do teu rosto vaidoso e autossuficiente, foi-me impossível ver o rosto bondoso e acolhedor de Cristo. Vi-O sim, a escorrer sangue da cabeça coroada de espinhos.

Ninguém te obrigaria a exercer o sacerdócio. Talvez tenhas errado a tua vocação. O amor de que falas não é o  amor de que Cristo fala.

 

Um teu irmão no sacerdócio

 

 

 


Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




Centro Social da Paroquia de Rio Tinto

Dia a Dia

Criada pagina exclusiva a assuntos quotidianos do Centro Social

Esta pagina esta criada de forma definitiva num link lateral do sitio do centros social em:

www.centrosocial.paroquiariotinto.pt ou em www.paroquiariotinto.pt

Este retrata assuntos do Dia-a-Dia deste Centro.

 

Link direto:  http://www.paroquiariotinto.pt/imagens/CentroSocial_Quotidiano2.pdf

 

 


Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




SABOREAR

A Beleza

 

Pedra filosofal

Eles não sabem que o sonho
é uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer,
como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso,
como este ribeiro manso,
em serenos sobressaltos
como estes pinheiros altos
que em verde e ouro se agitam
como estas aves que gritam
em bebedeiras de azul.

 

Eles não sabem que o sonho
é vinho, é espuma. é fermento,
bichinho alacre e sedento.
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento.

 

Eles não sabem que o sonho
é tela, é cor, é pincel,
base, fuste, capitel.
arco em ogiva, vitral,
pináculo de catedral,
contraponto, sinfonia,
máscara grega, magia,
que é retorta de alquimista,
mapa do mundo distante,
rosa dos ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que é Cabo da Boa Esperança,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de dança,
Colombina e Arlequim,
passarola voadora,
para-raios, locomotiva,
barco de proa festiva,
alto-forno, geradora,
cisão do átomo, radar,
ultra som televisão
desembarque em foguetão
na superfície lunar.

 

Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida.
Que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre a mãos de uma criança.

(António Gedeão)

 


Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




ACTIVIDADE FÍSICA

Fonte de saúde

 

Benefícios do exercício físico para o cérebro são passageiros ou duradouros?

 

 

 

 


Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




EM MÃOS SEGURAS

Sempre

 

Na mão de Deus, na sua mão direita,

Descansou afinal meu coração.

Do palácio encantado da Ilusão

Desci a passo e passo a escada estreita.

 

Como as flores mortais, com que se enfeita

A ignorância infantil, despojo vão,

Depus do Ideal e da Paixão

A forma transitória e imperfeita.

 

Como criança, em lôbrega jornada,

Que a mãe leva no colo agasalhada

E atravessa, sorrindo vagamente,

 

Selvas, mares, areias do deserto…

Dorme o teu sono, coração liberto,

Dorme na mão de Deus eternamente!

                                      Antero de Quental
















Carregue em ler mais para ler a publicação completa.

     




 
Horários e Serviços
 
Avisos Semanais
 
Calendário Actividades
 
Galeria

Paróquia

  Quem somos
  Onde Estamos
  Palavra do Pároco
  Notícias
  Serviços

Ensinar

  Catequese e Catequistas
  Secretariado da Catequese
  Grupo de Jovens
  Escola Bíblica
  Apresentação

Centro Social

  Quem Somos
  Enquadramento
  Estatutos
  Orgãos Sociais
  Perguntas Frequentes
Administrador                Paróquia de Rio Tinto | Centro Social de Rio Tinto                Webmail
2013 © Copyright. Todos os direitos reservados